NOVA GERAÇÃO DE INSERTOS MONOLÍTICOS

O mesmo desempenho metalúrgico de alta qualidade com o qual você está acostumado ao longo dos anos e agora nossos inoculantes de molde são usinados para tolerâncias mais altas, proporcionando uma consistência ainda melhor. A produção de peças fundidas altamente complexas impõe uma demanda cada vez maior no processo de inoculação e nos inoculantes usados. Com a nova geração de insertos monolíticos, nossa empresa oferece uma solução que entrega maior tolerância e consistência ao usuário final. As superfícies usinadas garantem um comportamento de dissolução bom e uniforme do inoculante. Graças ao processo de fabricação de alta tolerância, os inoculantes do molde têm distribuições dimensionais e de peso mais estreitas. A uniformidade de formato aprimorada torna esses produtos adequados para manuseio assistido por robô e inserção automática no molde, permitindo que nossos clientes se preparem para os desafios do amanhã.

O uso de GERMALLOY tipo C melhora a nodularidade da grafita e otimiza as propriedades mecânicas do ferro fundido nodular. Com o OPTIGRAN C, o fundidor atinge a formação de uma grafita tipo A mais fina e uniformemente distribuída no ferro fundido cinzento.

A inoculação de molde é a adição de inoculante no último momento possível no processo de fundição e, portanto, é o método de inoculação mais eficaz no combate ao fading do inoculante. Isso é particularmente importante na produção de peças fundidas de paredes espessas com longos tempos de solidificação. No processo de inoculação de molde, a peça monolítica é inserida na bacia de vazamento de uma peça fundida maior ou diretamente no sistema de canais de uma peça fundida menor. Essa colocação permite que a dissolução do inoculante ocorra diretamente no ferro e longe da exposição atmosférica durante todo o tempo de vazamento. Um processo de inoculação totalmente submerso resulta em um metal mais limpo e taxas de adição mais baixas, o que significa que você tem dinheiro de volta no bolso. Para que a inoculação do molde atenda às necessidades de qualquer projeto de fundição, insertos/blocos monolíticos, como GERMALLOY C e OPTIGRAN C, devem ser implementados. Inoculantes de blocos sólidos oferecem comportamento de dissolução mais consistente e não causarão defeitos de inclusões por arraste em grânulos de inoculante não dissolvidos.

A inoculação de molde é a adição de inoculante no último momento possível no processo de fundição e, portanto, é o método de inoculação mais eficaz no combate ao fading do inoculante. Isso é particularmente importante na produção de peças fundidas de paredes espessas com longos tempos de solidificação. No processo de inoculação de molde, a peça monolítica é inserida na bacia de vazamento de uma peça fundida maior ou diretamente no sistema de canais de uma peça fundida menor. Essa colocação permite que a dissolução do inoculante ocorra diretamente no ferro e longe da exposição atmosférica durante todo o tempo de vazamento. Um processo de inoculação totalmente submerso resulta em um metal mais limpo e taxas de adição mais baixas, o que significa que você tem dinheiro de volta no bolso. Para que a inoculação do molde atenda às necessidades de qualquer projeto de fundição, insertos/blocos monolíticos, como GERMALLOY C e OPTIGRAN C, devem ser implementados. Inoculantes de blocos sólidos oferecem comportamento de dissolução mais consistente e não causarão defeitos de inclusões por arraste em grânulos de inoculante não dissolvidos.

Nós sempre pensamos primeiro em nossos clientes e para tornar essa transição mais fácil para você, escolhemos as dimensões dos inoculantes tipo C de forma que suas marcações de macho existentes pudessem ser reutilizadas para a ancoragem do inoculante.

Se necessário, as dimensões padrão podem ser personalizadas a um grau tal que as condições de peso ainda sejam satisfeitas.

Pedido de contacto