Rentabilidade

Os nossos especialistas dos EUA recomendam:

Claro que o uso de um agente desmoldante de alta eficiência pode prolongar o período de tempo entre as limpezas necessárias do ferramental de molde ou macho, mas uma maneira rápida e fácil de prolongar o tempo de operação da máquina é usar um agente de limpeza rápido e eficiente para remover o acúmulo residual de ligante e areia em um modelo e/ou faces do ferramental. Estes são agentes de limpeza recém formulados que não só garantem que a ferramenta esteja limpa, para fornecer a superfície ideal para produzir um macho ou molde, como também ajudam a manter os ventes limpos e abertos. Ferramentais e ventes livres de resíduos diminuirão o tempo de parada do sistema, aumentando assim a produtividade da operação.  Tenha em mente que os agentes de limpeza são solventes formulados para dissolver ligantes: Verifique sempre a compatibilidade do agente de limpeza com o material da ferramenta e qualquer vedação ou plástico que possa estar em contato com ele. Existem agentes de limpeza "ecológicos" ou "verdes" oferecidos por vários desenvolvedores e usados por algumas fundições, mas esses produtos normalmente não funcionam tão completamente e eficientemente quanto as formulações mais avançadas. Se manuseados corretamente, os agentes de limpeza da ASK são os mais eficientes e econômicos de se usar.  

Os agentes de limpeza decompõem as resinas de caixa a frio em menos de 15 minutos, em comparação com formulações mais antigas que podem amaciar a resina, mas nunca a decompõem de verdade.

Pulverizar ou escovar o agente de limpeza diretamente sobre as áreas de acúmulo de resina e depois deixá-lo de molho por pelo menos 15 minutos é a maneira mais eficaz de limpar modelos de metal.  Depois, os filmes de resina amaciados podem ser removidos facilmente. Tudo isso pode ser feito sem remover as ferramentas da sopradora, economizando tempo de parada adicional.  Pequenas peças podem ser imersas ou embebidas no agente de limpeza. O ideal é que todo o excesso de agente de limpeza seja removido antes de retornar as ferramentas ao processo de fabricação. O equipamento de proteção individual é essencial para os trabalhadores que manuseiam ou aplicam os agentes de limpeza, pois a maioria é corrosivo e pode causar irritação se não for manuseado corretamente. Os operadores devem usar luvas e óculos de proteção resistentes a produtos químicos.  Também pode ser recomendada a utilização de uma proteção facial.  Para ter certeza, é fundamental que as Fichas de Informação de Segurança de Produto Químico (FISPQs) sejam lidas cuidadosamente e compreendidas por completo antes de usar os agentes de limpeza.   

Portanto, consulte o seu contato ASK Chemicals para obter a melhor recomendação.

Temos atualmente dois processos, para a fundição de ferro cinzento e ferro fundido nodular. Nossas peças fundidas menores, de alto volume, são fundidas em uma linha de moldagem automática (areia verde, partição vertical) com uma unidade de vazamento automático (Stopper). Aqui, inoculamos no jato com bons resultados, porém ocasionalmente encontramos carbonetos em alguns produtos de ferro fundido nodular.
Para as nossas peças fundidas maiores, utilizamos a moldagem cura frio (PEP SET™) em uma linha carrossel média. Uma vez feitos, estes moldes são movidos para a área de vazamento para o vazamento manual. Para estas peças fundidas em cura frio, as propriedades microestruturais e mecânicas são altamente imprevisíveis e resultam em altas taxas de refugo. Você pode sugerir uma prática de inoculação mais confiável para estas peças fundidas por vazamento manual?

Os nossos especialistas dos EUA recomendam:

A melhor qualidade metalúrgica das peças fundidas em sua operação de areia verde pode ser diretamente atribuída à prática de inoculação tardia (jato). Adicionar uma etapa de inoculação tardia aos moldes maiores, de vazamento manual, poderia melhorar a qualidade metalúrgica dessas peças fundidas.  No entanto, o uso da inoculação no jato pode não ser prático, portanto, outros métodos terão de ser considerados.
Nos últimos anos, a crescente demanda por melhores propriedades mecânicas e os desafios encontrados pelas fundições que tentam inocular ferro fundido em fornos elétricos estabeleceram uma necessidade de inoculação potente que é introduzida pouco antes do molde ser fundido, ou seja, a inoculação tardia.  
Em sua linha de moldagem automática, você satisfez essas especificações exigentes, adotando a inoculação tardia na forma de inoculação no jato.  A inoculação no jato é bem adequada para aplicações que envolvem o vazamento da peça fundida no mesmo local, todas as vezes.  Entretanto, devido à necessidade de equipamento especializado, não é tão fácil empregar a inoculação no jato para peças fundidas manualmente.
Em qualquer caso, mover a panela de molde para o molde na área de vazamento é um desafio. Agora considere a movimentação de equipamentos junto com a panela, e é claro que este pode ser um processo muito demorado e complicado. Bem, talvez você possa pedir a um membro da equipe de vazamento que acrescente uma dosagem cuidadosa e precisa de material previamente dimensionado ao jato de ferro, durante o enchimento do molde. Isso seria uma solução sólida, exceto pelos inconvenientes: custos de mão-de-obra, preocupações com a segurança e a probabilidade de que a taxa de alimentação do inoculante seja inconsistente são algumas das desvantagens dessa prática. 
Portanto, vamos considerar um método mais prático para a inoculação tardia de peças fundidas por vazamento manual: usando insertos sólidos de ferrosilício fundido no molde (ou bacia de vazamento.) Esta técnica é amplamente aceita como um método viável para a inoculação tardia de peças fundidas por vazamento manual. Na verdade, ela é comumente usada para todos os tipos de moldagem e operações de vazamento.  O uso de peças fundidas sólidas para sua inoculação tardia de ferro cinzento e ferro nodular proporcionaria esses benefícios:

Sem fading. O inoculante se solubiliza o mais próximo possível da solidificação.
Taxas de adição adequadas.  Os insertos fundidos sólidos são produzidos em mais de 15 tamanhos diferentes, portanto, fornecer a taxa de adição adequada (0,1 - 0,2%) para o seu molde não é um problema.
Inoculação uniforme. O inserto se dissolve continuamente durante o vazamento, proporcionando uma inoculação uniforme e homogênea.
Sem geração de escória. O inoculante entra em solução na ausência de atmosfera, resultando em uma inoculação muito limpa. 
Potente efeito de inoculação.  Estes insertos são projetados para proporcionar o máximo efeito para o ferro cinzento e dúctil.
Portanto, se você está procurando uma prática de inoculação mais confiável que irá melhorar a qualidade metalúrgica das peças fundidas, reduzir a variabilidade e economizar dinheiro reduzindo o refugo, considere a inoculação tardia com insertos fundidos sólidos.  GERMALLOY™ é recomendado para peças fundidas de ferro fundido nodular; OPTIGRAN™ é a escolha para peças fundidas de ferro cinzento. Os especialistas em metalurgia da ASK Chemicals podem fornecer recomendações para o correto dimensionamento e aplicação da inoculação de moldes para operações em cura frio e com areia verde.

Portanto, consulte o seu contato da ASK Chemicals para obter a melhor recomendação.